domingo, 1 de dezembro de 2013

PARCERIA NOVA COM RESENHA - BLOG TAMI GAROTA INDECISA

Pois é! A vida sempre nos surpreende as notícias são cada vez melhores. Após meses de idas e vindas com a Tamires do Blog Tami Garota Indecisa, não por falta de vontade, mas, apenas, creio eu, por ainda não ter chegado o momento "de verdade" saiu a parceria, que veio beeem depois de uma linda amizade. E, como ela já havia lido OUTONO, a parceria veio com resenha! Foi uma resenha que me emocionou muito e me deixou muito feliz.
A Tamires se define assim:

"Curiosa Indecisa, Boba, me apego facíl, Sonhadora graças a Deus"  

Muito fofa não é?



E aqui está a resenha que a Tamires fez na íntegra:

A resenha de hoje é muito especial, por que a Valéria antes de ser minha parceira aqui no blog, é minha amiga. Nos tornamos colegas bem antes de termos uma parceria, o que foi ótimo.
Demorei para postar esta resenha, e peço desculpas, mas valeu a pena.
Este livro assim como Golfinhos e Tubarões, entrou para a lista de favoritos do ano, e com classificação de 5 estrelas, isso mesmo, o livro é bom.

 Outono - Outono Mágico
Autora: Valeria Schimitt
Blog
Facebook
Skoob

Onde comprar: Loja VirtualClube de Autores
Nota: ★★★★★ (05 estrelas) 
Sinopse: Carolina Jardim é um adolescente que está tranquila e feliz com sua vida e sua escola e não entende por que sua mãe insiste em querer comemorar seu décimo sexto aniversário com uma grande festa, enviando convites a todos os seus colegas e parentes. É claro que a notícia da festa e da popular banda contratada para tocar muda a forma como seus colegas se relacionam com ela, incluindo Bernard, o jovem por quem ela tem uma queda. Durante a festa Carol conhece o lindo, mas enigmático Erick Thatcher, filho de um dos amigos de sua mãe. Ela também conhece uma mulher misteriosa, a venerável Ambrosina. Após todos os convidados de Carol saírem mais cedo e os somente os amigos de sua mãe permanecerem após a meia-noite, houve uma revelação: Eles eram todos bruxos e Carol também recebeu poderes que tinham sido tirados logo após o seu nascimento. Ela também descobre que tem um inimigo a combater e derrotar - Hypollitus - um feiticeiro malvado que quer ter todo o poder para governar. Carol é a única bruxa que pode derrotar esse monstro em uma batalha feroz. Através de sua luta para aceitar seu status diferente e tomar uma decisão sobre a aceitação de sua missão na vida, Carol amadurece deixando de ser uma garota socialmente desajeitada e tímida e se transformando em uma jovem mulher corajosa e forte, que ama intensamente e que encara a sua missão com coragem por causa do amor que ela descobre ter em seu coração por todos aqueles que dependem dela. Será que Carol vai conseguir derrotar Hipollytus e descobrir a verdadeira identidade de Erick no final? 

O livro é contado em terceira pessoa pela Carolina, uma menina aparentemente normal, até os seus 16 anos, onde sua mãe tem a bendita idéia de fazer uma super festa de aniversário para ela, e convidar a cidade toda, além de uma banda super famosa.
Logo ela, que nunca teve muitos amigos além de Sissi, se viu sendo umas das pessoas mais populares da escola, e acabou atraindo a atenção de Bernardo, o carinha por quem ela sempre fora apaixonada.
Como nada é perfeito ( felizmente) a festa não é do jeito que ela imaginava, e coisas nada normais acontecem, como por exemplo todos indo embora antes da 00:00 alegando que estava de madrugada, e familiares que ela nunca viu antes se apresentam como seus tios e Erick seu primo perfeito.
Assim que completa 16 anos Carol descobre que não só ela, mas toda a sua família são bruxos. E ela faz parte de uma antiga profecia, onde seus poderes por segurança foram retirados, e agora que completou 16 anos vai recebe-los de volta.



Não existe nada pior do que você dormir achando que é uma pessoa e , no dia seguinte, descobrir que é outra beeeem diferente. Se você nunca passou Poe esta experiência, se ajoelhe em três baguinhos de milho e agradeça a Deus por isso, porque não é nem um pouco agradável.

A vida pacata de Carol, vira de cabeça para baixo pois além de se descobrir uma bruxa, tem Erick, um bruxo que segundo seus pais é tão poderoso quanto ela, e ficará responsável por sua proteção. Logo agora que ela era popular, tinha uma vida tranqüila e tinha Bernardo, o garoto por quem ela sempre fora apaixonada, ou não? Com a chegada de Erick as coisas mudam, o relacionamento de Carol e  Bernardo acaba se complicando, mas isso é tudo por conta dela ser uma bruxa agora e não querer envolver ele, e nem que ele corra riscos, ou será que há algo á ver com Erick?
Eu li o livro em 1 dia, e mesmo sendo em pdf, porque eu não gosto nem um pouco de ebook, mas como tempo estou aprendendo a gostar, e o livro flui tão rápido que não tem como não terminar logo.
A Carol é normal, não é independente, pelo contrário, mas não um encosto na vida de Erick, e mesmo com 16 anos ela é madura, ela sofre, ela quer proteger os amigos, ela quer um relacionamento, ela quer uma vida normal, e quer controlar seus poderes e além de tudo ela é uma adolescente no final, ela é engraçada, as narrativas dela e principalmente os pensamentos dela foram as minhas partes favoritas. Algodão-Doce gigante, eu ri diversas vezes com ela e esse bendito algodão-doce.


- Mas quando te olhei melhor, vi que você era linda!_ Ele me disse com um sorriso meio tímido, meio doce, que fez com que eu me acabasse me engasgando com a pizza e tendo um ridículo acesso de tosse. Eu queria novamente que um algodão-doce giganteme engolisse naquela hora, mas, parece que doces não tinham muita boa-vontade em me ajudar.

Já o Erick é perfeito, ele é mais velho, tem mudanças de humor que são muito gostosas de ler, ele é super protetor, e misterioso, sim há um mistério em torno dele ( para a nossa alegria!)  Isso me fez lembrar uma tag que eu a Valeria respondemos algum tempo sobre marido literário, onde citávamos personagens que seriam maridos perfeitos, e depois de Erick, eu com toda certeza incluiria ele na lista.


Ele fazia muito mais do que somente me proteger, ele me entendia, me salvava das situações absurdas que eu me metia e era muito mais do que apenas um amigo, além de ser absurdamente, inumanamente lindo!

A autora foi muito feliz em criar personagens secundários tão bons quantos os principais, Sissi é uma amiga  que todas gostariam de ter, e Bernardo é um saco, sério um bobo apaixonado bem adolescente mas que no final acabei me acostumando com ele.
Recomendo esse livro mil vezes, me encantou demais, e eu li ele no outono desse ano, é bem para sentar na varanda,  ver as folhas caindo e apreciar a leitura, e antes que você note já acabou.


(...) às vezes nós fazemos coisas que não queremos com a única finalidade de proteger aqueles que amamos.

Como eu disse foi umas das melhores leituras do ano, não é um Best-seller, não é um livro da Meg Cabot, ou cheio de tramas e intrigar, mas é um livro cheio de simplicidade e harmonia, ele é calmo na medida certa, mas meche com a gente como um vento de outono que vem devagar mas balança todas as folhas e  deixa o chão coberto delas, mostrando que ele passou por ali, deixando sua marca.  Acredito que é na simplicidade que estão as maiores emoções, e com este livro é inevitável negar tal fato.

O mais feliz foi que é uma série, e logo teremos Inverno, e eu tive o prazer de ler o primeiro capítulo e não vejo a hora de ler o livro todo, pois tenho certeza que será um sucesso.

Uma curiosidade é que o livro se passa na cidade de Pitangui MG, eu como amante de Minas Gerais, e filha de mineira <3 amado="" br="" mais="" n="" o="" podia="" ter="">Pesquisei na internet mais sobre a cidade e me encantei muito, achei duas fotos da cidade feitas pelo fotógrafo  André Gehringer, paulista de Jundiaí residente aqui em Campinas. Lindas demais estas fotos(Parabéns ao fotógrafo), com certeza quando for a Minas visitar meu avô e parentes, Pitangui vai estar nos meus planos.


 Agradecimento especial à Valéria, pela confiança e oportunidade de ler este livro maravilhoso e pela amizade sincera.


4 comentários:

Ariádne Tamires disse...

MUITO FELIZ <3
Obrigada pelo carinho Val, é sempre um prazer (:

Valéria Schmitt disse...

Quem está muito feliz sou eu, Tami! beijosssss

Ariádne Tamires disse...

Só tenho a agradecer por ter tido a sorte de sempre encontrar pessoas maravilhosas como você desde que comecei com o blog Val! :)
<3

Valéria Schmitt disse...

<3